Grêmio vence Caxias por 2 a 0 e fica perto do título do Gauchão

  • 27/08/2020
  • 0 Comentário(s)

Grêmio vence Caxias por 2 a 0 e fica perto do título do Gauchão

O Grêmio encaminhou a conquista do campeonato gaúcho na noite desta quarta-feira. Jogando fora de casa diante do Caxias, no Estádio Centenário, dominou as ações no primeiro tempo e, quando sofria no segundo, contou com um golaço para assegurar o 2 a 0 e ficar muito perto do 39° Estadual de sua história, o terceiro consecutivo, algo que não acontece desde 1987.

No primeiro tempo, Pepê marcou no início do confronto. Já na etapa final, quando o Caxias era melhor e chegou a ter um gol anulado pelo VAR, Everton, em sua segunda partida com a camisa do Grêmio, achou um chutaço de fora da área para anotar o segundo, que encaminha o título para o Tricolor.

Com o resultado, o Grêmio pode até perder por um gol de diferença que fica com o título gaúcho. Em caso de vitória por dois gols de diferença por qualquer placar, o jogo vai para os pênaltis, já que não há saldo qualificado. O segundo jogo da final acontece no domingo, às 16h, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Grêmio marca cedo e controla

Para a partida decisiva, o técnico Renato Portaluppi contou com um retorno importante. O lateral Victor Ferraz, recuperado de lesão, voltou ao lado direito Tricolor. Mas também houve baixas: o zagueiro Kannemann, suspenso, deu lugar a David Braz. No comando de ataque, com Diego Souza ainda machucado, o jovem Isaque iniciou a partida mais uma vez.

E o Grêmio começou a construir uma vantagem muito cedo. Logo aos oito minutos, Isaque construiu jogada pela direita. Ele enfiou bola em profundidade para o comando de ataque, onde estava Alisson. A bola passou por ele, mas não por Pepê. O atacante enquadrou o corpo e bateu na saída de Marcelo Pitol, para fazer 1 a 0 para o Tricolor.

Com a vantagem no placar, o Grêmio passou a controlar o jogo. Sem correr riscos, segurou a bola no meio e contou com a boa movimentação de Isaque e a presença ofensiva de Victor Ferraz, de volta ao time e com boa atuação, para ditar o ritmo do início do confronto.

A primeira boa chance do Caxias só seria criada aos 22 minutos. Ivan recebeu na direita e limpou para o meio. Ele bateu de chapa com a perna esquerda, obrigando o goleiro Vanderlei a ir buscar a bola no ângulo, para espalmar para escanteio e evitar o gol de empate.

Com boa participação de Victor Ferraz, presente em todas as tramas ofensivas, o trio de ataque funcionou bem. Isaque, Alisson e Pepê se movimentaram e criaram boas chances, contando também com chegadas à frente de Maicon e Jean Pyerre, algo que deu volume ao time na primeira etapa. Apesar da boa presença ofensiva, o placar se manteve em 1 a 0 até o intervalo.

Golaço de Everton define vitória

O segundo tempo demorou a recomeçar. Por conta de uma queda de luz, que provocou o desligamento de duas torres de refletores no Estádio Centenário, a partida teve seu reinício atrasada. Apenas após cerca de 20 minutos, quando boa parte da iluminação estava restabelecida, foi que a bola voltou a rolar.

Logo aos três minutos, o Tricolor teve mais um prejuízo por lesão muscular. O autor do gol e um dos melhores em campo do Grêmio, Pepê, deixou o campo com dores no posterior da coxa esquerda. Para o seu lugar, o técnico Renato Portaluppi optou por lançar a campo o recém-contratado Everton, que esteve em campo por alguns minutos no empate em 0 a 0 contra o Vasco.

A falta de luz parece ter influenciado na qualidade da partida. Com muito tempo parado na volta do intervalo, a intensidade diminuiu no segundo tempo. As duas equipes passaram a trocar mais passes e agredir menos, especialmente pela ausência de velocidade de parte a parte. Ainda assim, o meio campo do Grêmio continuou superior na comparação ao mesmo setor do adversário, sendo determinante para garantir a manutenção da vantagem.

Aos 15 minutos da etapa final, o lance mais polêmico da partida. O Caxias chegou a achar o empate em um lance de cobrança de falta pelo lado esquerdo de ataque. Ivan cobrou direto, a bola não desviou em ninguém e enganou Vanderlei, que saiu vendido no lance. Após intervenção, no entanto, o árbitro de vídeo constatou impedimento, alegando que o atacante do Caxias atrapalhou o goleiro do Grêmio na bola levantada na área.

A melhora do Caxias constratou com a queda de rendimento do Grêmio. Para tentar modificar o cenário, Renato fez duas modificações. Sacou Maicon e Isaque para promover as entradas de Lucas Silva e Thiago Neves.

E o responsável por dar números finais ao confronto saiu do banco. E com um golaço. Após cobrança de escanteio, a zaga do Caxias afastou para a intermediária no lado esquerdo, na entrada da grande área. Ela se apresentou para Everton, que mandou um chutaço de canhota. A bola morreu no ângulo, sem chances para Marcelo Pitol. O 2 a 0, que não foi modificado mesmo com os 10 minutos de acréscimo, deixou o Grêmio muito perto de mais um título gaúcho.

Campeonato Gaúcho - Final - 1° jogo

Caxias 0

Pitol; Ivan, Laercio, Thiago Salles e Bruno Ré; Juliano, Vinicius Baiano, Diogo Oliveira e Carlos Alberto; Juninho Potiguar (Marcelo Campanholo) e Bruninho. Técnico: Rafael Lacerda

Grêmio 2

Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, David Braz e Cortez; Lucas Silva, Maicon (Lucas Silva), Alisson, Pepê (Everton) e Jean Pyerre; Isaque (Thiago Neves). Técnico: Renato Portaluppi

Gols: Pepê (8/1T) e Everton (33/2T)

Cartões amarelos: David Braz, Matheus Henrique (Grêmio); Carlos Alberto (Caxias)

Árbitro: Jean Pierre Lima

Local: Estádio Centenário, em Caxias do Sul (RS)

Reportagem: Correio do Povo 

0 Comentários


Deixe seu comentário


Aplicativos


Locutor no Ar

AutoDJ

Piloto Automático

Top 5

top1
1. Banda Melim

Meu abrigo

top2
2. Dance Monkey

Tones And I

top3
3. Iza

Meu Talismã

top4
4. Ludmilla

Invocada

top5
5. Giulia Be

Menina Solta

Anunciantes